Gato idoso

old cats needs are different gato SÉNIOR

Gatos com envelhecimento cerebral podem ficar desorientados.
Esta situação poderá alterar a forma como se relacionam consigo e outros animais em casa.
Como exemplos da situação temos: o gato frequentemente escondido, defecar em casa, comer menos e limpeza menos frequente.

Quais os sinais de velhice em gatos?

Tal como nos humanos, existem muitos problemas similares que podem acontecer a gatos mais velhos. Problemas como artrites, com o coração, rins, audição, visão e envelhecimento cerebral (algo similar a Alzheimer).

Gatos com envelhecimento cerebral podem ficar desorientados. Esta situação poderá alterar a forma como se relacionam consigo e outros animais em casa. Como exemplos da situação temos: o gato frequentemente escondido, defecar em casa, comer menos e limpeza menos frequente.

Alguns destes exemplos podem estar relacionados com condições médicas, estas situações devem ser sempre verificadas com o seu médico veterinário, em primeiro lugar.

Como afeta a velhice o meu gato?

As atividades do dia a dia podem tornar-se cada vez mais um desafio para gatos seniores, especialmente se a sua visão ou audição estão comprometidas).

Os gatos gostam de rotinas; isto torna-se ainda mais importante com gatos mais velhos (e mais notável, emgatos com envelhecimento cerebral). Uma mudança frequentemente causa muito mais stress do que antes.

Veja o vídeo de aconselhamento da nossa veterinária especialista, com dicas para gatos mais velhos:

 

COMO AJUDAR O SEU GATO SÉNIOR

1.

Mantenha a rotina, uma vez que irá ajudar o seu gato a prever o que vai acontecer, durante o dia, todos os dias.

2.

Faça as mudanças devagar e gradualmente, caso a mudança seja inevitável.

3.

Ligue um Feliway Difusor na divisão da casa onde o seu gato passa a maior parte do tempo, de forma a fazê-lo sentir-se mais seguro em casa.

4.

Alguns gatos podem ficar tão desorientados que, por vezes, o melhor é restringir a área de acesso do gato para ajudar a reduzir mudanças. Por exemplo, acesso a apenas uma divisão, mas que contenha todos os recursos para o gato (comida, água, caixa de areia, arranhador, área de descanso e esconderijo).

5.

Assegure acesso fácil a todos os recursos, em especial comida, água e caixa de areia. Remova eventuais obstáculos a estes recursos, incluindo bordos muito altos da caixa de areia (muitas vezes é difícil para um gato mais velho subir para a caixa devido a artrites ou outras condições dolorosas).

6.

Mantenha interações e brincadeiras, mesmo que por períodos de tempo mais curtos, para ajudar a exercitar a mente do seu gato.

Outras ações que pode tomar para ajudar incluem: dietas próprias para a idade, fornecimento de suplementos alimentares (deverão conter antioxidantes) para ajudar a proteger o cérebro e aumentar a memória e compreensão.

Se o seu gato mostra sinais severos de envelhecimento do cérebro, o seu médico veterinário poderá prescrever terapias que podem ajudar. Fale com o seu médico veterinário.

A International Cat Care (ICC conhecida anteriormente por FABCats) tem ainda mais conselhos sobre cuidados com gatos mais velhos. Veja a secção older cat care.

Testemunhos

 diffuser

Magic é um "rapaz" adorável, mas infelizmente levou algum tempo a adaptar-se após o termos adoptado...

Ler mais >