por-PT Portugal

gato SOZINHO em casa

Uma boa opção quando vamos viajar é deixar o gato em casa, já que são animais que não gostam muito de alterações. Descubra alguns conselhos para que esteja cómodo e tranquilo durante a sua ausência.

GATOS SOZINHOS DURANTE AS FÉRIAS

Por vezes, quando vamos de férias por poucos dias, deixamos os gatos sozinhos em casa. Deixar um gato no seu território habitual é uma decisão bastante razoável no caso de viagens de curta e média duração. Nesta página, descobrirá os melhores conselhos para deixar o seu gato sozinho em casa.

Se está a ponderar outras opções, talvez estas páginas sejam convenientes:

Deixar um gato num gatil/hotel felino

Viajar com um gato

CONSELHOS PARA DEIXAR OS GATOS SOZINHOS

Encontre alguém que tome conta do seu gato

Ou, se isto não for possível, que passe a visitá-lo uma vez ao dia. Também é preferível que essa pessoa seja alguém que o gato conhece, já que se pode assustar ao ver um desconhecido em casa.

Muitos são os motivos para que, quando deixamos um gato sozinho nas férias, seja necessário que alguém o visite. Mas a principal razão é a possibilidade de surgimento de imprevistos que não podemos controlar.

Por exemplo: se o gato entorna água por cima da sua comida pode não querer comer. Também pode ficar preso num canto da casa e não conseguir sair. Ou, simplesmente, pode achar que a sua caixa de areia está demasiado suja e decide não a utilizar.

Gato sozinho em casa

Deixe o alimento suficiente

Muitos gatos sabem conter-se e racionar as suas refeições, pelo que não tem de se preocupar que esta acabe demasiadamente rápido. Deixe a comida necessária para que não tenha de se preocupar. É importante que a pessoa que esteja encarregue do gato durante a sua ausência garanta que o gato está a comer bem e que não há nenhum inconveniente que leve à rejeição do alimento pelo gato.

No caso do seu gato ser um glutão e prefira comer toda a comida de uma só vez, será importante que a pessoa que vai cuidar do seu gato mantenha horários tão estáveis e próximos da sua rotina habitual quanto possível.

Gato a comer sozinho

A caixa de areia sempre limpa

Os gatos são animais muito asseados e não gostam de ter a caixa suja. Se isto acontece enquanto o gato está sozinho em casa, ele pode decidir que é melhor fazer as suas necessidades noutro sítio. Por isso, é necessário pedir à pessoa que fica responsável que limpe a caixa de areia diariamente.

Também pode ser conveniente colocar uma caixa de areia adicional para que, em caso de necessidade, tenham uma alternativa adequada.

Não altere a sua rotina

Os gato são animais que gostam de controlar o que se passa no dia a dia, pelo que qualquer alteração, por mais pequena que nos pareça, o pode alterar. Como nos vamos ausentar uns dias, o melhor será modificar a sua rotina o mínimo possível.

Deixe brinquedos ao seu alcance

Poder distraír-se e manter-se ocupado até que regresse, será uma das das melhores formas de evitar que se aborreça ou sinta stress e ansiedade durante as férias. Também é importante que a pessoa que cuida dele brinque com o seu gato para que ele possa disfrutar de interação social.

Gato brinca sozinho

Deixe as portas abertas

É importante assegurar que as portas não se fecharam e o gato ficou sozinho numa divisão em que não tem acesso ao alimento e a brinquedos. Como tal, é conveniente garantir que todas as portas irão manter-se abertas colocando, por exemplo, uma cadeira que o impeça que se fechem.

Feliway ajuda-o a estar mais relaxado

FELIWAY® CLASSIC é um produto recomendado pelos Médicos Veterinários que ajudará o seu gato a superar o stress e a ansiedade associados a estas situações.

Mesmo seguindo todos os conselhos, será difícil conseguir que o seu gato não se sinta um pouco nervoso e angustiado já que, ao não poder comunicar com ele, não só não sabe quando irá voltar, nem mesmo se irá voltar.

Como tal, recomendamos colocar um difusor FELIWAY® CLASSIC antes de ir de viagem. Desse modo, o seu amigo vai sentir-se tranquilo durante esse período.

Nesta página, oferecemos-lhe um guia para que possa avaliar as necessidades e cuidados gerais.

Para poder adaptar estes conselhos ao seu caso concreto, consulte o seu Médico Veterinário.

É ele quem o melhor poderá informar sobre o que o seu gato necessita para continuar saudável e feliz.

Aprenda mais connosco no Facebook e Youtube.